Treze dias, num roteiro épico.

A Etiópia, o único país africano que escapou do colonialismo europeu, manteve grande parte de sua identidade cultural. Sua história é uma das mais fascinantes da África. Além das belezas naturais e de paisagens contrastantes, o país salta aos olhos também quando falamos da cultura humana. Entre inúmeras etnias e tribos (existem os Surmi, Afar, Mursi, Karo, Hamer, Nuer e Anuak), os costumes e tradições antigas permaneceram quase inteiramente intactos. Se aventurar nessas comunidades e conviver com elas é como voltar no tempo e reencontrar um mundo esquecido. Uma viagem de registro documental e de natureza, como você nunca viu antes.

Um time especializado em registros em áreas remotas. Uma experiência que ultrapassa a estética e se torna uma vivência antropológica.

Karina Oliani, é a única sulamericana a ter conquistado o Monte Everest pelas duas faces, norte e sul. Em 2019, também foi a primeira mulher brasileira a conquistar o cume do K2, a montanha mais difícil do mundo. Além de multiesportista, Karina é médica, apresentadora e produtora de TV. Em quase uma década de experiência, vai dar dicas importantes sobre como obter as melhores imagens, mesmo nos recantos mais remotos do mundo.

Andrei Polessi é diretor de arte, escritor e fotógrafo. É colaborador de várias revistas e portais sobre aventuras e viagens. Co-fundador do Instituto Dharma, é responsável por organizar expedições humanitárias em áreas remotas, como Nepal, Índia, Venezuela, Fiji e sertão do Brasil. Percorre o mundo usando a fotografia como linguagem para contar suas histórias.

Hugo Santarem é o fotógrafo convidado desta edição do Epic Shots. Trabalhou por anos em publicidade como diretor de arte, estudou fotografia na School of Visual Arts em NY, estudou cinematografia em SP na AIC, e se especializou em Artes Visuais no SENAC. Fez muita fotografia still para televisão e cinema. Foi a partir daí que começou a experimentar, em trabalhos documentais, a iluminação comercial que aprendeu em sua formação publicitária e de cinema. Já executou trabalhos no Brasil, Índia, Nepal, Etiópia, Quênia, Myanmar e NY.

Roteiro único e com vagas limitadas.

Nosso objetivo não é oferecer um curso de fotografia. Vamos além disso. É um mergulho cultural e de interação com a verdade de cada lugar. Uma experiência transformadora e exclusiva, para poucas pessoas. Levamos as pessoas até lugares únicos, para que – além de fazer as imagens das suas vidas – elas possam sair da sua zona de conforto, abrindo-se para o novo, numa vivência inesquecível. Algo perfeito para quem procura nada menos que o épico.

QUERO RECEBER MAIS INFORMAÇÕES

Para receber mais informações
sobre o workshop, preencha o formulário abaixo: